Vacinação contra a gripe: saiba mais

papinhas
Dicas para produção de papinhas
24 de maio de 2016
prematuros_mdemulherabril
Bebê prematuro: tudo que você precisa saber
24 de maio de 2016
vacina de gripe 1

A vacina de gripe usada no Brasil é preparada com um vírus inativo, e não há provas de que possa ser prejudicial ao bebê. No entanto, como quaisquer medicações durante a gravidez, há alguns especialistas que consideram melhor não tomá-la, a menos que haja uma indicação médica específica.

A orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS), porém, é de que mulheres grávidas sejam vacinadas contra a gripe durante a temporada em que a doença é mais frequente. As vacinas costumam ser disponibilizadas no outono, todos os anos. A vacina de um ano não faz efeito no ano seguinte.

Em 2015, o Ministério da Saúde disponibilizou a vacina da gripe gratuitamente para todas as mulheres grávidas. Procure um posto de saúde para maiores informações, ou consulte o Portal da Saúde, do Ministério da Saúde.

Mulheres que deram à luz há menos de 45 dias, estejam amamentando ou não, e crianças de 6 meses a 5 anos também podem tomar a vacina grátis nos postos de saúde a partir do início da campanha anual.

Infelizmente, mulheres grávidas ficam mais suscetíveis a infecções como gripes e resfriados devido a um mecanismo do organismo que baixa ligeiramente as defesas imunológicas para não haver rejeição ao feto. Por isso há risco maior de complicações, comparável aos riscos corridos por idosos.

Além disso, a OMS considera que a vacinação protege também o bebê em seus primeiros meses de vida.

Durante o inverno, procure dar uma fortalecida no seu sistema imunológico comendo muitas frutas frescas, verduras e legumes. Esse tipo de alimento contém antioxidantes, como a vitamina C, que ajudam a combater infecções. Converse com seu obstetra sobre suplementos vitamínicos para gestantes. Descanse bastante e tente se estressar o menos possível.

 

Nova composição para este ano

As vacinas contra a influenza a serem utilizadas no Brasil em 2016 terão nova composição. Em acordo com determinação da Organização Mundial da Saúde (OMS) em relação à situação das cepas da gripe em circulação no mundo, a Anvisa publicou a  orientação para composição do produto no próximo ano. A medida está na RDC 48/2015 publicada no último mês de novembro.

São três tipos de cepas de vírus em combinação: um vírus similar ao vírus influenza A/California/7/2009 (H1N1) pdm09, um vírus similar ao vírus influenza A/Hong Kong/4801/2014 (H3N2), e um vírus similar ao vírus influenza B/Brisbane/60/2008.

As vacinas influenza chamadas quadrivalentes, contendo dois tipos de cepas do vírus influenza B, deverão apresentar um vírus similar ao influenza B/Phuket/3073/2013, adicionalmente aos três tipos de cepas especificadas pela resolução RDC.

As cepas das vacinas utilizada no país são atualizada anualmente para garantir a proteção contra os tipos de cepas da gripe que estão em circulação no mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *