vacina-na-gravidez3vale
Exames e vacinas na gravidez resguardam a saúde da mãe
23 de maio de 2016
estrias 3
Grávida e com estrias?
23 de maio de 2016
viajar 3a

Por Rita Trindade

Apesar de muitas mamães acharem o contrário, viajar na gravidez não é contraindicado, mas é preciso sim, tomar alguns cuidados básicos para não comprometer a saúde da mãe e do bebê. Confira a seguir algumas dicas para uma viagem tranquila, elaboradas com a ajuda do ginecologista e obstetra Dr. José Bento e da “Cartilha de Medicina Aeroespacial”, do Conselho Federal de Medicina.

Viagens de avião – – A orientação dos médicos é que só se deve viajar de avião entre o terceiro e o sétimo mês (preferencialmente até a 32ª semana). Antes disso o feto ainda está em formação, e após esse período há risco de parto prematuro. Mulheres com gestações múltiplas (de dois ou mais bebês) devem tomar cuidado redobrado. Para elas, recomenda-se não viajar a partir da 28ª semana.

-A Iata (Associação Internacional de Transporte Aéreo) recomenda às companhias aéreas que peçam uma autorização médica para as grávidas que viajarem a partir da 36ª semana (32ª, no caso de gestações múltiplas). Muitas empresas fazem essa exigência, mas a semana em que ela é obrigatória pode variar. Informe-se com a sua companhia para saber quais são os procedimentos.

– Em qualquer fase da gestação, consulte seu obstetra antes de viajar, para saber se há algum risco ou se é preciso tomar cuidados extras.

– Grávidas têm vontade de urinar com mais frequência. Escolha um assento no corredor para poder ir ao banheiro com mais comodidade.

– Na gestação, a quantidade de sangue circulante aumenta cerca de 50%. Ficar muito tempo na mesma posição dificulta o retorno venoso e causa inchaço, muitas vezes maior do que o já experimentado por pessoas não grávidas. Para evitar esse incômodo, recomenda-se usar uma meia de média compressão durante o voo. Faça exercícios com as pernas enquanto estiver sentada e caminhe um pouco se o voo for longo.

– Gestantes se desidratam com facilidade. Tome um litro de água para cada 6 horas de viagem.

– Use um lubrificante nasal (soro). O ar é muito seco e, como há muitas impurezas, aumenta o risco de adquirir uma infecção viral, por exemplo.

– No dia anterior e durante o voo, evite alimentos que produzam gases.

– Evite chá, café e bebidas com cola. Elas são diuréticas e aumentam a vontade de urinar.

– Use o cinto de segurança o máximo de tempo possível, para evitar choques na barriga, especialmente perigosos no terceiro trimestre. Coloque-o abaixo da barriga, de forma que fique confortável.

– Cuidado com malas pesadas. Peça para outra pessoa pegar a bagagem na esteira do aeroporto e, se possível, carregue apenas uma bolsa de mão leve.

Antes de viajar

• Avise seu/sua médico/a com antecedência sobre a viagem para que ele/a possa te alertar sobre os cuidados básicos;

• Confira se o país que você irá requer alguma vacina em especial. Para entrar na Índia, por exemplo, é necessário tomar a vacina contra febre-amarela, mas gestantes não podem tomar essa vacina, então, nesse caso, deve-se ir até a Anvisa, com o atestado do/a obstetra que está grávida, e então obter uma liberação da vacina. Também existem clínicas que estão licenciadas pela Anvisa para emitir essa autorização;

• Veja com seu médico/a quais os medicamentos você pode precisar para enjoos, gripe, diarreia, cefaleia, má digestão, cólica e deve tomar durante a gestação – leve uma receita médica com o nome de todos os medicamentos e compre no Brasil (carregue na mala);

• Faça um seguro saúde para ter durante a viagem (principalmente para o exterior).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *