Os melhores brinquedos para crianças até 2 anos

parto-bebe-mae-gravida-pai
Parto normal ou cesária?
23 de maio de 2016
ensaio (4)
O tão esperado ensaio fotográfico da gestante
23 de maio de 2016
bebe 4

Enquanto são bebês (dos zero aos 23 meses), o desenvolvimento ocorre de forma muito acelerada. Cada mês é uma descoberta. Logo no início, brinquedos que estimulam a audição e a visão, como móbiles e chocalhos, são os mais indicados. Em seguida, entram em cena peças para encaixe, que estimulam a coordenação motora por tentativa e erro, e os bonecos.

Ao completar um ano as crianças já têm bom equilíbrio e já começam a dar os primeiros passinhos e atender as solicitações para soltar objetos que estejam segurando, ou seja, já têm um bom desenvolvimento motor e de postura. E, socialmente, já conseguem interagir com adultos ou outras crianças.

Segundo a Abrinq (Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos), brinquedos vistosos e leves, de várias texturas, estimulam os sentidos da visão, da audição e do tato. Um móbile no berço diverte o bebê até que possa apanhar objetos. Esse é o momento de dar bonecas de tecido e bichos de pelúcia feitos de materiais atóxicos, que são gostosos de tocar e abraçar, mas não servem para chupar ou morder. E preste muita atenção nas costuras, que devem ser resistentes, e nos olhos e narizes, que devem estar firmemente costurados.

Nesta idade os bebês começam a apreciar livros com ilustrações de objetos familiares. Quando a criança começa a engatinhar ou a caminhar, os brinquedos mais estimulantes e divertidos são os que se empurra ou puxa, como um pequeno vagão ou um carrinho de boneca, bem como brinquedos de montar e desmontar.

Lembre-se que nesta idade a criança ainda precisa ser constantemente vigiada enquanto brinca. Prefira brinquedos que tenham peças grandes que não possam ser engolidas, sejam leves para manusear, não tenham pontas ou bordas afiadas, sejam de cores vivas e não sejam tóxicos.

Para estimular a coordenação: Brinquedos de encaixe

A coordenação motora é estimulada quando a criança tem em mãos potes, caixinhas ou peças de montar, empilhar e encaixar. No início, por volta dos 7 meses, por tentativa e erro, descobrem as possibilidades que o brinquedo oferece: encaixar, empilhar, manusear, bater. É quando eles estudam o brinquedo que procuram entender como se faz para que um fique sobre o outro, por exemplo. Surgem, então, pequenas torres, que logo são destruídas – faz parte da brincadeira. A partir de 18 meses, a graça é descobrir as formas, cores e tamanhos. Alguns desses brinquedos acompanham a criança até por volta dos cinco anos. É o caso dos kits de panelinhas e dos Legos Duplo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *