O Teste da Linguinha e a Amamentação – uma proposta de integrar duas dimensões

cachorro 4a
Benefícios do pet para a criança
23 de maio de 2016
_MG_0622
Ginástica para bebês: estimulando e fortalecendo vínculos
23 de maio de 2016
teste lingua1

O teste da linguinha é um exame sem contraindicações, indolor, realizado em bebês recém-nascidos. O teste consiste em detectar alteração do frênulo da língua também chamado de “freio lingual”.

O projeto de lei nº 4832/2012 foi transformado na Lei nº 13.002 em 20 de junho de 2014 e “obriga a realização do protocolo de avaliação do frênulo da língua em bebês, em todos os hospitais e maternidades do Brasil”. É recomendado que a avaliação anátomofuncional seja feita ainda na maternidade, com o propósito de identificar a interferência anatômica da língua no desempenho das funções de sucção e deglutição.

Devido às considerações acima, entendemos como inevitável integrar o teste da linguinha ao contexto do aleitamento materno. A avaliação precoce do frênulo da língua e dos diversos fatores envolvidos é determinante para o sucesso da amamentação natural e tem impacto em todo o desenvolvimento infantil.

Existem graus variados de alteração do frênulo lingual. O bebê e a família levam de 15 à 20 dias para se adaptarem às novas condições de vida. Por isso, para um diagnóstico mais preciso, propomos o acompanhamento dos bebês e destas famílias sugerindo e traçando estratégias que garantam o sucesso do aleitamento materno e previnam o desmame precoce.

Dentre as estratégias, estão correlacionar aspectos pré-natais e perinatais; avaliação das mamas e tipo de bico do seio materno; avaliação integral do recém-nascido incluindo o reflexo de procura e a sucção não nutritiva; díade mãe-bebê (a postura, a pega, o contato, o ritmo de sucção (varias sucções com pausas curtas, ou poucas sucções com pausas longas), a coordenação entre sugar, respirar e engolir, presença de tosse, engasgos, regurgitação, soluço, ruídos, estalo de língua durante a sucção, entre outros).

Amamentar é um ato de amor que inicia muito antes do bebê sugar no peito. Os benefícios do aleitamento materno são diversos e por isso é um dever de todos promover a amamentação natural e prevenir o desmame precoce.
Procure sempre o auxílio de especialistas em qualquer momento desta jornada!

Paula Bandeira Pereira é Fonoaudióloga CRFª-RS 6928, Especialista em Linguagem pelo CFFa. Especializanda em Fonoaudiologia Néonatal e Pediátrica e Consultora em Amamentação www.centrofono.net

Paula Bandeira Pereira é Fonoaudióloga CRFª-RS 6928, Especialista em Linguagem pelo CFFa. Especializanda em Fonoaudiologia Néonatal e Pediátrica e Consultora em Amamentação
www.centrofono.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *