Esportes: quando começar?

dra-tatiana-1
O que pode e o que não pode na gestação?
22 de dezembro de 2016
photo
Curso de Gestante é na Baby’s
22 de dezembro de 2016
natacao

Atividade física é sinônimo de saúde.  Mas colocar uma criança ou um bebê na prática esportiva sem a recomendação de um pediatra ou sem a vontade do pequeno não vai trazer benefícios.

Os especialistas recomendam que o ideal é que a prática esportiva comece de fato a partir dos 3 anos de idade, pois antes disso eles não possuem a concentração ideal e necessária para esportes coletivos ou que tenham regras. Somente a partir dos 5 anos, em média, que as crianças começam a desenvolver essa aptidão.

De qualquer forma, incentivar e estimular a atividade física é importante desde cedo, pois contribui para o desenvolvimento da coordenação motora  e promove o fortalecimento muscular. Para os bebês, os brinquedos são objetos fundamentais, porque através deles você pode estimulá-lo a pegar, jogar, encontrar.  Nesta fase, antes dos 3 anos, não há muita diferença entre brincar e fazer aula de ginástica, ou natação, por exemplo.  A proposta, nesta fase, é de auxiliar os pequenos a reconhecer seu próprio corpo e seus limites.

Há alguns pais que apostam na natação para seus bebês. Se há liberação do pediatra e acompanhamento do pai, mãe ou responsável na piscina, além de equipamentos seguros, invista sem medo.

Entre os esportes, todos que envolvam uma bola, são super recomendáveis. Ela é um ótimo brinquedo para todas as idades, apenas adequando, é claro, o tamanho e peso para cada fase. Chutar a bola, por exemplo, dá equilíbrio. Ginástica, artes marciais ou ballet estão entre os preferidos, tanto de pais como de filhos e são ideais para iniciar às práticas esportivas.

É sempre bom lembrar que brincadeiras livres no parque ou na escolinha desenvolvem a coordenação motora e o equilíbrio. Além disso, a criançada começa a ter uma noção de regras, soluciona conflitos, têm noções de limites, em especial quando praticadas em grupo, o que incentiva também a socialização.  Isso já é um grande passo para prepará-lo para uma atividade regular.

Dessa forma, fique de olho nas afinidades que seu filho tem e estimule. Esporte é saúde.

 

Dicas

De 6 semanas a 1 ano – Idade para estimular através de brinquedos. Espalhe os brinquedos pelo ambiente e incentive o bebê a alcançá-lo.

De 1 a 3 anos – Atividades que reforçam a questão do equilíbrio,  flexibilidade e  independência. Dança livre ao som das músicas favoritas é superdivertido.

De 3 a 5 anos – Correr, pular, chutar, pegar. Todo o tipo de brincadeira que envolva esses movimentos.

De 5 a 8 anos – Aqui o esporte tem que ter um gostinho de desafio. Por isso, a proposta nesta faixa etária é ter um objetivo a ser cumprido. Exemplo: correr até algum ponto específico e voltar.

De 8 a 14 anos  – Os pais ou responsáveis devem oferecer o máximo de possibilidades a criança nesta faixa etária. Poderão escolher o que mais se adapta ao seu gosto e estilo. Sugestões: natação, futebol, vôlei, basquete, handball, tênis, artes marciais, ginástica rítmica, dança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *