Cuidar da estética na gestação exige atenção

alergia2
Previna alergias nas crianças com alguns cuidados
28 de julho de 2017
AUTISMO (2)
Saiba mais sobre o autismo: uma doença silenciosa
28 de julho de 2017
creme-gravidez-perigos

Diversas mulheres priorizam a agenda de cuidados estéticos durante a gestação e ficam em dúvida sobre quais tratamentos podem realizar sem prejudicar a saúde do bebê.

De acordo com especialistas, todos os procedimentos estéticos durante a gestação exigem muita atenção por parte das mamães.
Conforme a Dermatologista, Dra. Vanessa Santos Cunha, Mestre e Doutora pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), o período de gestação é muito especial e uma série de alterações ocorrem no corpo e no metabolismo da mulher. Assim, todos os procedimentos estéticos, sempre que possível, devem ser evitados e adiados até que a futura mãe não esteja mais amamentando. Na maioria das vezes, não se sabe ao certo se determinadas substâncias serão repassadas ao feto, durante a gestação e ao bebê, através do leite, durante a amamentação. Mas, a recomendação de evitar qualquer procedimento mais invasivo é a mais prudente, não só pelo bebê, mas também porque podemos ter complicações pelas alterações do metabolismo materno.
Em relação aos peelings, alguns são absolutamente contraindicados como os de ácido retinóico e ácido salicílico. O uso destas substâncias foi associado a malformações fetais e, portanto, não devem ser usadas na gravidez e também na lactação. Peelings de ácido glicólico, por exemplo, podem ser realizados, mas como há tendência de manchar a pele na gravidez, pode ser uma complicação.
Procedimentos como aplicação de toxina botulínica e preenchimentos com ácido hialurônico ou outros devem ser evitados neste período ou durante a gestação. Não há estudos que garantam que estas substâncias sejam seguras para o feto. Estudos recentes mostraram que a toxina botulínica usada nas doses usuais de procedimentos estéticos não é excretada no leite materno e que tais procedimentos poderiam ser realizados durante o período de amamentação. Mas isto ainda não é definitivo e o médico deve ser consultado sempre que se pretende fazer este procedimento durante a lactação. Preenchimentos são contraindicados também durante a amamentação. “Não esquecer: o ideal é esperar o período da gestação e da lactação para a realização de procedimentos estéticos. Desta forma, é mais provável que o procedimento alcance os melhores resultados e se garante a segurança do bebê”, ressalta a especialista.
Tratamentos como radiofrequência para gordura localizada, depilação a laser, procedimentos com luz pulsada, laser fracionado e qualquer outro tipo de tratamento anticelulite, contra estrias ou cicatrizes estão descartados durante a gestação. Aliás, algo muito simples como pintar o cabelo não é recomendado durante a gravidez. As gestantes devem manter a cutícula. É uma área de proteção e defesa do organismo. Não deve ser retirada, sobretudo nesta fase. E por fim sempre é necessário ler os rótulos dos produtos como hidratantes, shampoos, maquiagens, desodorantes, fixadores, esmaltes entre outros.

 

vanessa santos cunha

Dra. Vanessa Santos Cunha-CRM 25843

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *