Acabe com os mitos que chateiam a gravidez

Little baby get an injection
Calendário de vacinas no Brasil é um dos melhores do mundo
23 de maio de 2016
mamoplastia-protese-silicone1
Cirurgia plástica e o momento da gravidez
23 de maio de 2016
barriga-gravida

Durante a gestação, a mulher tem inúmeras mudanças de hábitos. Algumas realmente são necessárias para garantir a sua saúde e a do bebê, mas outras podem ser apenas mitos. “A condição de uma mulher grávida é tão delicada e única que uma série de mitos sobre o que ela pode ou não fazer foi criada pelas pessoas. Tudo isso pode confundir a gestante, tornando esse período menos agradável do que deveria ser”, diz a coordenadora do setor de Ultrassonografia Viviane Lopes, do Laboratório Femme, especializado em saúde da mulher. Ela esclarece algumas dúvidas do que pode ou não ser feito durante a gravidez.

Até que mês a gestante pode fazer sexo?

A relação sexual com o parceiro é permitida durante todos os meses, já que a saúde do bebê não é prejudicada durante a relação sexual. “O sexo é permitido durante toda a gravidez, a não ser que existam intercorrências como sangramento e contrações”, explica Viviane Lopes, do Laboratório Femme, especializado em saúde da mulher. Muitas mulheres ficam preocupadas com a possível perda de desejo sexual durante esse período, mas pesquisas mostram que esses casos são minoria. Segundo um estudo feito pelo Hospital de Santa Maria, em Portugal, 89% das mulheres não sentiram diferença no desejo sexual durante a gravidez.

Gestantes podem tomar banho de sol?

A vitamina D, que é absorvida pelas células quando a pele entra em contato com os raios solares, é essencial para a saúde tanto da mulher quanto do bebê. Por isso, a grávida precisa, sim, tomar sol regularmente. No entanto, como a pele da gestante tem risco maior de ficar com manchas devido a mudanças hormonais, é preciso evitar o sol das 10 até às 16 horas e sempre usar protetor solar com fator de proteção maior do que 30.

Grávidas podem dirigir sozinhas?

A rotina de uma gestante deve mudar o mínimo possível. No entanto, após a trigésima segunda semana, é melhor não correr riscos. A partir daí, o bebê começa a se mexer mais, podendo distrair a mulher. Além disso, os reflexos ficam mais lentos. Essa restrição varia de acordo com o cotidiano e a saúde emocional e física da mulher. Nessa etapa da gravidez, é preciso tomar mais cuidados. Diminuir o estresse, que normalmente acompanha o trânsito das grandes cidades, é importante, principalmente, nos meses finais da gestação. Por isso, andar mais no banco do passageiro ou preferir táxi são boas opções nessa etapa final.

Elas podem pintar o cabelo?

Durante as primeiras 16 semanas de gravidez, é aconselhável não usar tinturas para cabelo. Esse cuidado deve ser tomado porque o couro cabeludo é uma região bastante vascularizada, o que facilita a entrada da química da tintura na corrente sanguínea. Substâncias como amônia, benzeno e iodo podem ter efeito tóxico para o bebê, aumentando as chances de má-formação e danos fetais.

Até que ponto o consumo de bebidas alcoólicas é seguro?

De acordo com especialistas, beber qualquer quantidade de álcool é desaconselhável durante a gestação. É muito importante que a mulher corte o consumo de bebida alcoólica de sua rotina, já que pesquisas mostram que até o consumo apenas social de álcool pode levar à Síndrome Alcoólica Fetal. A Síndrome Alcoólica Fetal é caracterizada pela má-formação do feto causada pela ingestão de álcool pela mãe.

Elas podem fazer depilação com cera?

A depilação com cera quente ou feita com lâmina pode ser feita sem restrições. No entanto, a chamada depilação definitiva, ou depilação a laser, não é recomendada em nenhuma parte do corpo, já que nunca foram feitos testes para saber qual é o efeito do laser no bebê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *